Love Me

domingo, 1 de janeiro de 2012

O VOO NAS ASAS QUE TE CONCEBERAM!

 
Uma oliveira jamais dará vinho, não deixes de ser o que és, quem és, para te tornar num holograma ou qualquer outra coisa que não tu mesmo.

RESPEITA-TE, AMA-TE, ACEITA-TE, ELEVA-TE, ILUMINA-TE E VOA...

Assim voarás com todas as asas que conheces, sem precisar de boleia alguma, assim voarás todos o voos da liberdade de Deus em ti, voarás com asas que ele, e apenas ele te concebeu.
 
Aceita a tua identidade divina, aquela que é única e real...

E voa, voa dentro do teu ser, dentro de todos os seres, e quando poisares, lembra-te que poisas sempre num coração, num templo sagrado e divino.

RESPEITA-TE, respeita esse amor, pois lá ficará sempre algo que te pertence e deves ser tu unicamente a iluminar e unificar.
Para também no outro, o saberes libertar.

Com amor, apenas o amor liberta de todas as formas que se manifeste.

Tarumani Baruch/ Eugénia De Almeida

Sem comentários: