Love Me

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

DESPINDO-SE DAS ILUSÕES!

Pelo fragrância do deserto caminham as almas que buscam a sua purificação, na sua unificação com a sua luz, esse deserto é onde a lua de prata, abraça o ouro do sol num encontro que se estende para alem da noite ou do dia.
Sei que esse caminho é só, quer na subida, quer na descida, sei  ainda que o encontro só se faz com a verdade se a desejarmos acima de qualquer outra coisa.
Mas sei também, que apesar das tentações das provações, das dores e ilusões, que apesar do transes, um oásis surgirá e com ele todo amor, toda a luz do teu ser se acenderá para no fogo da eternidade em ti permanecer.
É nessa viagem que deixamos as imagens e as palavras bonitas, os sentires e viveres, para nos amarmos também nessa escuridão, nesse deserto sem caminho, não havendo senão "O" caminho para o teu ser, o caminho em que te vais despindo das ilusões.
Nessa altura, o encontro é marcante, é revelado apenas de luz e amor pelo teu ser, da tua coragem e vontade de pelo amor á luz em ti poderes permanecer.
Muita Paz!
Tarumani Baruch

ACEITA A TUA DIVINDADE!



Uma mente iluminada, um ser iluminado já percorreu o caminho e compreende o que significa Mãe Divina, Cristo, Buda, Pai, Mãe, Mestre, Discípulo, a unidade ou divisão.
Aceita ainda cada estado em que cada ser se encontra, sem jamais impor sobre os outros a sua vontade.
Muda em si, tudo o que deseja ver mudado, ele opera em si toda e qualquer mudança. 
Ele conhece toda a oposição ao seu ser crístico e cada rosto que se mascara por detrás de uma imagem, sabe que imagens são apenas hologramas co-criados, para os planos dimensionais necessários à mente dual e transitória.
Mas sobretudo sabe que os homens culpam os Deuses e todo o universo de tudo o que signifique trabalho sobre si mesmo.
E diz assim o ditado chinês,"se cada um manter a sua porta limpa, o planeta estará limpo",  ou seja,  se cada um for responsável pela parte que lhe cabe, assim o planeta estará em mãos mais limpas.
Assim sendo por mim falarei sempre eu, darei sempre a cara, como Deusa Mãe e Deus Pai, pelo filho  o Espírito Santo.
Pela cristificação de todo o meu ser, pela doação ao todo da minha transcendência, não vim brincar à espiritualidade, não jogo jogos de falsos deuses ou semi-deuses.
E quando cada mulher ou homem, vierem colocar-se no meu lugar, viver o que eu tenho vivido para mudar isso, então essa energia, essa essência expalhar-se-à por todo o universo, e ai falaremos a mesma linguagem.
E não serão meros jogos de palavras, ou ataques, ou julgamentos que de nada servem senão afastarem cada um da luz maior.
Ser Mãe Divina é aceitar..
Amar essa essência...
 Os Deuses e Deusas são ainda muito pequenos comparados a esta essência, para entenderem algo tão puro e tão grandioso, algo tão divino e sagrado.

O Deus que há em mim cumprimenta o Deus que há em ti.
Tarumani Baruch

DE TAL MANEIRA ME AMOU!



E de tal maneira me amou...
De tal maneira nos amou, que o preço do seu amor eu viverei, e só a ele pertencerei.

E nesse amor nasço e renasço dessa fonte inesgotável que verte de dentro de mim.

E não há alma que não seja a sua alma, e não há espírito que não seja consumado no amor do espírito crístico universal.
Amo, amo, amo, amo, amo, amo, amo-te Crísto em mim, em ti, em todo o universo...
Gratidão mas amo-vos luzes do mundo, amados pequenos Ioshuas, amadas crianças da luz!
Muito amor e Cristo em nós!

Eugénia De Almeida

OS PASSOS DOADOS!


No canto, que canto em cada canto de ti como morada do divino, deixo-te um Halleluiah, deixo-te na paz, no amor e na luz que existes dentro de mim.

Em cada passo até mim, muitos foram os passos já doados por ti, e com a grandeza do teu ser me encontro como templo, resgatado e consagrado à substancia primordial, onde as palavras seguem rios que se fizeram nos oceanos das águas e se renderam sobre os passos do caminhar do Crísto que sou!
Eu sou o que sou,
O ALFA E O ÓMEGA.

Muita Paz!
Eugénia De Almeida

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

O REINO DA FANTASIA!



Acordei hoje, depois de passar por entre escolas, mundos mágicos, mundos que precisavam de mim ali.
Observava-me a discípula, a criança mágica, o Mestre que me conduzia a mim mesma.
As gargalhadas que soltava, eram borboletas que esvoaçavam e... contagiavam todos esses mundos.
Há sempre uma altura em que é necessário dar magia à nossa vida.
E para isso nada melhor que ser criança, onde a magia não é branca nem preta, mas contem todas as cores do arco-íris, para que nunca te esquecesses o quanto são coloridos e diferentes cada coração. 
E eu amo corações d´oiro com o teu.
Foi bonita a viagem, foi fantástico poder ser também o meu observador consciente.

Mas acordei, e aqui farei a magia acontecer, com todo amor com muitos sorrisos e alegria também!


Eugénia De Almeida

POVO DE DEUS!



Então, quem somos afinal povo de Deus?
Somos a voz da verdade de todas as almas crísticas deste universo.
Somos uma unidade suprema da luz do Crísto que tudo contem..
Somos aqueles que aceitamos o silêncio do amor, e  que recusamos o silenciar a voz da verdade divina.
Somos as crianças cósmicas, as crianças Crísticas do futuro, as que renunciam à vingança em nome de falsas justiças e de injustas conquistas ilusórias.
 Somos o canto uníssono, que  se escuta perpétuamente, que se propaga em sons da luz no meio das vozes ruidosas do caos da multidão.
Somos os instrumentos da luz  do Pai, do filho do Cristo universal, da unidade do espírito santo que verte a protecção e graça, a energia do Cristo em futuro da humanidade.
Somos os que renascemos agora e sempre no fogo do espírito santo, para que a vontade divina se faça e se cumpra.
Somos o fogo sagrado da verdade e da luz que consome e dissolvem todas as malhas das prisões da ilusão.
Somos aqueles que fomos libertos, porque libertamos por amor, para se amarem como o povo do meu Pai!
Somos aqueles que retiramos o poder a todos os que o exerciam contra a lei maior de Deus, violando a luz e o Crísto de cada ser e do planeta Mãe.
Somos:
A consciência universal crística una

Eugénia De Almeida

APELO PLANETÁRIO!


Enquanto, a evolução se dá em todos os universos para esta ascensão, e a implicação cósmica que se dá em todos os sistemas .
Peço ao meu pai e a todos os seres, que enviem luz e amor para todos os cantos do planeta, que neste momento necessitem desse auxilio, não só humano  mas também divino !
Que a graça e a protecção do Crísto, nos acompanhem nesta transição!
Muita Paz!

Eugénia De Almeida

A SONATA DO DIVINO!



Fonte suprema, fonte de luz, suprema vontade do divino na unidade do sagrado ser Cristo.
O retorno, o abraço, o desvelar, o silenciar para que apenas o espírito santo possa se pronunciar.
A sonata que compõe os filamentos do divino do ser, do sagrado e sacramentado agora vivo e purificado, agora em todo o universo anunciado.
A transcendência da sagrada verdade da minha e tua unidade crística!
Muita Paz!

Eugénia De Almeida

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

O FÚTIL E O VALIOSO!



A palavra deve ser escutada, com o coração, com o interior.
E toda a palavra provém do verbo do criador, cabe-nos tornar sábias toda e qualquer palavra.
Sabedoria não é a palavra, mas conhecer a palavra.
E não há forma nenhuma de conhecer essa palavra, essa sabedoria, sem se encontrar o sábio que há em nós.
Por isso se diz, quando o discípulo está pronto o Mestre aparece.
Só encontramos o Mestre fora, porque o encontramos dentro de nós.
Todos os sábios, ou mestres não seguem ninguém, mas todo o universo, pelo sábio mestre que habita dentro de si, mas agora desperto.
O externo, será sempre a ilusão e a separação, pela dualidade que apresenta de um colectivo que vive dessa ilusão holográfica do externo.
O sábio, conhece o " fútil "e o "valioso", e torna o valioso numa futilidade para ir mais além.
E torna a futilidade, valiosa para ir mais alem.
 É assim que transcende a dualidade tornando-se o seu próprio garimpeiro, assim como Jesus o é, um pescador de homens do seu interno, desse universo  de si mesmo que tudo contem.
Numa futilidade, tão valiosamente rica de si mesmo.
Com todo o amor, pois o sábio é sempre o amor quando desperto em nós.
Muita Paz!

Eugénia De Almeida

ESSA PARTÍCULA DE AMOR QUE ÉS!



Desejo, que os vossos corações se encham de paz quando descansam os vossos corpos, que acreditem num amor tão grande que vos protege, que deu a vida por vós.

Que no silêncio de si, o único espaço que lhe cabe está preenchido pelo amor a toda a humanidade.
E nessa humanidade, te encontras tu também e em ti, se encontra essa partícula de amor do Crísto que sois!
Muita paz !

Eugénia De Almeida

BENDITO!


Bendito, porque me amaste quando ninguém me amou, porque me fizeste mulher e me tiraste das mãos dos que atentaram contra ti.
A minha vida pouco vale, perante tudo o que me doaste e a toda a humanidade e sem ti não existe vida.
Serei eternamente a tua menina, a tua pequenina...
Porque me amaste, como eu te amei a ti!
Serei eternamente a oração que brota em todo aquele que por ti chame!
Amo-te!
A consciência crística universal una

Eugénia De Almeida

O PLANTAR DA SEMENTE!

 
 
Mudar a consciência, ao mudar a percepção do seu universo não precisa de ir a lado algum, mas precisamente pare e observe num novo estado de si mesmo, numa nova forma de se ver e ao mundo.

E esteja atento sobre este seu estado, se fizer isto, já é trabalho suficiente para muito tempo, já é plantar sementes  e assistir aos seu nascimento de imediato, assistir ao nascimento de milagres constantes em si e na sua vida!

Tarumani Baruch

A LINGUAGEM!



Quando a linguagem que acessamos como consciência é elevada, educada, amorosa, compassiva, sábia, inteligente, segura e reveladora, ainda que oiçamos as mesmas coisas, é sempre novo em nós, essa linguagem penetra nas multidimensões do ser para acordar a pouco e pouco as mentes dormentes, as consciencias negativadas, libertando assim toda e qualquer alma.
Mas...
Sobretudo ela acessa aos corações mais duros, ilumina toda a ignorância, revela todos caminhos e  o fogo ardente da câmera secreta activa-se a pouco e pouco, até que com o tempo se torne visível aos que nos rodeiam.

Isso é como ver desabrochar uma rosa com toda a sua frescura para se doar ao universo.
Assim acontece com cada coração, que comece a vibrar nas frequências onde a palavra, é cuidada como uma semente que um dia será uma flor que acordará para a grandeza do teu ser.
Para o sagrado divino que sois como semente de luz.
Uma semente de amor puro.

Muita Paz!

Eugénia De Almeida

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O RESTO, TUDO QUE NÃO ÉS!



A incapacidade de se rever e projectar os seus conflitos interno no mundo, leva a pessoa a distanciar-se de si e do seu semelhante.

É preciso sermos observadores de nós mesmos e na humildade e humanidade que existe em nós, termos assim a capacidade de discernimento e não atirarmos pedras para o ar, sem termos a verdadeira noção que essas pedras se têm de cair em cima de alguém, o mais certo é caírem em cima do seu dono.
Sê a Paz sê queres a Paz, sê o amor se queres o amor, sê a luz se queres a luz, sê mulher se queres ser feminina, sê homem se queres ser masculino, sê humano se queres a humanidade, sê criança se queres o universo!

Sê tudo o que desejas ser, mas não sejas nunca o que não desejas ser.

"O homem que diz uma coisa, pensa outra e faz outra, esse homem está perdido"

Sê o que és e ama-te em primeiro lugar e o resto, o resto é, e sempre será só isso...
"O resto", e isso é tudo o que tu não és!

Um dia feliz e abençoado, votos de sucesso e amor, de compaixão e luz a banhar cada um de nós e a todo o universo.

Muita Paz!

Eugénia De Almeida

sábado, 24 de dezembro de 2011


 

Mãe do Mundo, amada Mãe Maria, protege com o teu manto de luz, todas as mães que sozinhas doam os seus filhos ao mundo e lhe dão o pão, a vida, o amor e a luz através de ti.
Amada Mãe, amado manancial da luz do pai onde és una com ele, protege todas estas mães e seus  filhos, de todos os homens ou mulheres que na ignorância quando a eles atentam e desrespeitam, atentam contra ti.

Ilumina o coração das chamas gémeas, para que entrem em concordância e pureza, no amor e na luz crística, para que possam renascer para a luz da sua ascensão e de todo este planeta.

Auxiliai as consciências e os espíritos que se encontrem perdidos e aprisionados, libertai-os de todos os seres, correntes opositoras à luz do Cristo, o teu filho e essência de todo este universo.

Dai-nos o amor, a luz, o perdão, a compaixão e libertai-nos, dai-nos o direito a toda a ascensão, iluminação e unidade do nosso ser, da nossa luz e energia cristica, única divinamente aceite por nós.

Retirai todo o poder a todos os opositores à nossa essência e luz do Cristo.
Amai-nos e protegei-nos com o teu amor e luz, e todo o amor e luz do teu filho.

E mostra a verdade divina a cada coração da criação do Pai.
Eu te amarei e ao Crísto que sou eternamente, que esta verdade seja doada a todos os que dela buscam e desejam.

Amo-te e a tua mão é a minha mão, em tua mão está a mão de todas as mães a quem atentam contra os seus filhos, os filhos de Deus!
Faça-se a luz!

Eugénia De Almeida, Tarumani Baruch, Abdul Wadud, Soahrim Naroham, A consciência universal crística una e Fonte De Luz

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

O NATAL EM CADA CORAÇÃO!



Fontes de luz e amor puro se derramem por todos os cantos deste planeta onde as almas que anseiam pela sua libertação para a luz e amor do Crísto possam ser auxiliadas pelas hierarquias superiores da luz.

Só existe Natal, onde ele chegar a cada coração e para que isso possa acontecer, ofereçam, ofereçam a vossa luz e amor a envolver este planeta e por um minuto, apenas um minuto do vosso tempo desejem e enviem o melhor que tiverem nos vossos corações, a pura intenção de se doar em amor sem nada esperar senão amar e perdoar todos aqueles que não o conseguem ainda fazê-lo sozinhos.

Isso é viver e ser o espírito do Natal crístico.
Boas festas e amo-te e hoje ainda não te tinha dito.

Tarumani Baruch/ Eugénia De Almeida

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

A FRAGRANCIA DO CRÍSTO!




Atravessando desertos com a fragrância única do Crísto em meu coração.

Os meus passos, como tudo o que sou lhe pertence por direito divino, pelo amor que me doou, na unidade que somos, assim no Pai como no filho e no espírito santo.

Tarumani Baruch

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

O MEU DEUS!



Não existe verdadeira espiritualidade ou falsa espiritualidade.
Tudo é espiritual, o que é visível e mais ainda o que não é.
Não existe o meu Deus ou o teu Deus, o que existe é aqueles que acreditam que estão separados de Deus.
Deus não está separado de nada logo se o escutares em ti ele dirá.
Eu sou tu.

Eugénia De Almeida

domingo, 18 de dezembro de 2011

O DEUS QUE ÉS!



Ainda há poucos seres que nos seus estágios, contemplam uma força espiritual inabalável  e prontos na sua mensagem dos quais a palavra e os seus trabalhos, inclusive as suas presenças possam  então fazer um trabalho crístico muito belo.

Alguns de vós, doam musicas de vídeos que alimentam os egos e gastam energia adulando e vampirizando aquilo que não vos serve em nada o caminho da senda, outros  há que, um simples silêncio no momento certo faz o trabalho mais divino inimaginável ás almas com quem contatam.

Foi então que Jesus disse " Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus".

Dito isto, o humilde trabalha em si e no silêncio se transforma com a sua maestria, isso nenhuma palestra ou conhecimento, nenhum líder pode dar, essa água da vida onde a essência que se reconhece, esta essência da qual eu falo, tem uma pureza lindíssima  que todos deveriam querer aprender.

Não são palavras bonitas mas uma fragrância que o ego não consegue penetrar nestes seres.

Quando os reconheço sinto-me tão abençoada e sinto que vale a pena sim, pois é real e  está a acontecer.

Não nos que desejam muito serem Deuses e Deusas, Mestres e Avatares, mas aqueles que são de verdade e descem para escutar-vos e não para que os escutem, que escutem aqueles que busca tanto o caminho como cada um de vós.

Um mestre vem escutar o seu povo e doa-lhe apenas aquilo que ele está preparado par receber.
Seja conhecimento, seja amor, seja apenas um pouco de água que sacie o seu corpo. Com tudo aquele que aceita a sua maestria sabe que na humildade deve escutar, o que é dito e o que não é dito, o que quer dizer, e o que tanto deseja esconder.
Assim ajuda a primeiramente saber-se descalçar quando caminhar dentro de si, mais tarde ensina então a despir-se de tudo o que o esconde, de todos os véus, para que ele mesmo se possa vestir das virtudes divinas, com as suas roupagens e nunca com as de terceiros.

É então que encontro seres que são jóias do divino e não sabem, e aquele que se acha as jóias, só teve dinheiro para se adornar, e Deus sabe distinguir jóias de adornos, o Deus que habita dentro de cada um, não se engana a si.
Ama-se unicamente...

Eugénia De Almeida

sábado, 17 de dezembro de 2011

SOMENTE O AMOR!

E ter o mundo nas mãos e escolher somente o amor...
Pois isso só pode ser mesmo amor...
E eu escolho o amor, não no passado no presente ou ainda no futuro, não num momento, não a uma pessoa, não a um único universo ou escolha.
O amor não é uma escolha, o amor é somente amor, é a luz que se certifica de que nenhuma escolha em ti possa acontecer.
E então percebes, que se escolheste o amor, foi porque o amar te escolheu primeiro, sem mais escolhas possíveis.
Com amor!
Eugénia De Almeida

AMADO MAIS UM MINUTO!



E o amor serão duas vozes, dois seres opostos onde falam a mesma linguagem.
A linguagem do amor verdadeiro, aquela linguagem que só existe igual dentro de dois seres que embora opostos são o mesmo, embora permaneçam diferentes, são exatamente iguais, são o mesmo.

Esse amor não faz juras pela eternidade porque ele é a própria eternidade viva a amar.
Esse amor não é uma ilusão, é real e só aparece quando se afasta todas a ilusões e juras, todas as promessas, todos os jogos de interesses, esse amor é intemporal e não tem medo de esperar para se realizar em todos os planos.

Esse amor não entra em jogos dos mortais comuns, porque é imortal em si, porque é imortal para qualquer existência.
Esse amor vale a pena seres amado mais num minuto de verdade do que eras e eras de ciclos de ilusão.
Esse é o amor, o resto é a palavra sem a essência do amor, como tantas outras palavras, e os seus respetivos acordos ortográficos.
Amo-te..

Eugénia De Almeida

UM AMIGO FEITO PARA AMAR!



Mantém o sorriso e certifica-te que os teus amigos permanecem ao teu lado nos bons e nos maus momentos.
É isso que é ser amigo, aquele que não trai a amizade, também não pode trair o amor.
Se um amigo trai a tua amizade, a amizade como principio ou essência, nunca foi nem será teu amigo.

Então diz o velho ditado" mantém os teus amigos próximos e os teus inimigos ainda mais próximos", agora voltem no tempo e relembrem-se se algum amigo se afastou de vós ou vos afastou dele.
Na verdade não eram nem amigos nem inimigos dele, o que terão sido então??

Os amigos são feitos para se amar, e não há trocas possíveis, não se deixa um amigo para se ganhar qualquer outra coisa em troca.
Na verdade, a amizade é das relações que maior investimento tem de ter de cada parte, sem se pensar em retorno algum, senão o de se ser amigo!

Um amigo não é uma estatística, um amigo é raro encontrar, quando o encontrares respeita-o, tu saberás quando são teus amigos de verdade, como sabes quando não o são.
É para isso que servem os amigos, para crescerem juntos, para se apoiarem e se doarem não importando as diferenças de vidas, de religiões, politicas, pessoais, familiares, sociais ou culturais.

Um amigo é algo que se trás no coração e que se leva para todo o lado, mostrando essa amizade por nós.
É para isso que servem os amigos, para estarem connosco onde quer que nós vamos, não importando quanto tempo passe.
Um abraço meu amado amigo!
Amo-te!

Eugénia De Almeida 

A FORÇA DA LUZ!



A força da luz eu sou!
A força da luz rodeia-me e envolve-me no puro amor do Pai.
A força da luz acende e liberta todos os meus estados, todas as minhas estruturas, retirando todo e qualquer poder que não seja o meu próprio Crísto divinamente aceite em mim.
A força da luz liberta, unifica. ilumina e ascende todo o meu ser e cada ser que o deseje.
A força da luz eu sou!
Assim como tu, e nada pode mudar essa verdade divina em cada ser, no Crísto que somos.
Muita Paz!

Eugénia De Almeida

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

O SACIAR DA TUA GOTA!


"Eu dei tudo, eu dei tudo e fiquei sem nada"...

Deixa chover, para que se complete o ciclo, tudo o que que vem à terra retorna ao céu, tudo o que doas tudo retornará a ti, nalgum ponto e quando isso acontecer, tu és o caminho a verdade e a vida!

Tu és amor puro em pequenas gotas a banhar cada coração, ainda que não saibam distinguir entre uma gota de água e uma gota de chuva.

O que importa é que o coração sabe, e por amor torna ambas numa só gota saciando então todas as sedes!

Deixa chover amor em todo o teu ser, o amor puro que se doa a ti.
Muita Paz!

Eugénia De Almeida

ESPERAR O BEIJO DE QUEM AMA!



Nada como uma tarde de inverno onde a chuva solta, brinca com a gravidade do espaço beijando os nossos rostos, roubando o protagonismo da nossa atenção.

Nada como umas pequenas gotas batendo nas vidraças das nossa casas, para nos transportar para momentos de calor humano.

E entre o silêncio que separa cada gota de si, entre o som do cântico do cair dessa chuva que nos molha a alma e lava o chão deste planeta, existe um momento em que nos encontramos na brevidade de cada olhar, na ternura de cada acenar, num até breve.

Tocam-se uns lábios despertando um beijo, beijando não a boca, mas toda a alma que beija por amor.

Com amor, um amor que sabe esperar para beijar quem ama!
Um amor que se reconhece no reencontro de quem se ama!
A luz de quem ama.

Muita Paz!
Eugénia De Almeida

O IMPENSÁVEL AMOR!



É um prazer ver-vos crescer cada vez mais fortes no amor, ver-vos enviar o amor que sois para todos os cantos deste universo, deste amado planeta.

É um prazer poder presenciar o impensável à mente humana até agora, poder presenciar a falarem, a escutarem, serem amor diariamente nesta vossa vida.

Amo-te e hoje ainda não vos tinha dito que vale a pena viver pelo bem daqueles que desejam a verdade do amor, sem nada tirar do outro, mas com o coração aberto, poderem acrescentar mais um pouco de amor.

Adoro-vos, como adoro a Deus, ao Crísto e o Buda em mim, em toda a minha flor da vida!
Eu adoro-te meu amor.

Eugénia De Almeida

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

QUEM??



Quem pode contar todas as estrelas do universo?
Quem pode saber a verdade do mistério que cada uma encerra dentro de si?
Quem sabe onde começam e acabam?
Quem já encontrou o seu centro, o centro de uma só estrela?
Quem já se esqueceu da beleza e do brilho que cada uma irradia?

Quem já caminhou nas estrelas com o espírito do divino, quem sentiu o seu aroma, a sua fragrância, a sua essência quem já a descobriu como morada de si mesmo?

Quem conhece o amor na qual foram geradas, a partícula do divino que as gerou?
Quem sente as estrelas e todo o universo em unidade aqui e agora dentro de si?

Apenas o amor ..
Apenas o amor se reconhece em todas as faces da criação !

Muita Paz!

Eugénia De Almeida

TU ÉS AMOR!



Tu és puro amor a acontecer no universo, tu és puro sopro do divino a existir neste universo.
Tu és pura luz que se doa ao bem maior, tu és a valsa mais cintilante de estrelas quando abraças a tua vida e deixas que a luz do teu ser irradie em direcção a todos planos do teu ser.
Assim eu o sou em ti, assim tu o és em mim...

Tu és amor, esse amor maior que brota de uma fonte de luz.
A fonte suprema do ser!
Tu és o amor a acontecer por todo o universo..
Tu és amor.
Um amor que eu amo.

Eugénia De Almeida

ASSIM O RECEBES!


E que melhor missão pode haver, do que a missão de amar?
Esta é a missão de cada essência, este é o caminho que não precisa de caminho algum, mas que precisa unicamente de ti!

De ti sim, e do que podes doar ao universo, o amor que  o universo te doa e nesta doação não ficas mais pobre, antes pelo contrário.
 Acredita que toda a tua vida fica mais rica, mesmo quando não quiserem o teu amor, acredita que é para ti que retorna e nele está o Cristo, nesse amor está o criador.

Nesse amor está todo o universo de luz contigo!
" ASSIM DAI DE GRAÇA O QUE RECEBES DE GRAÇA"
Assim; hoje já disseste a alguém que o amas sem esperar nada em troca?
Amo-te e hoje ainda não to tinha dito!

Eugénia De Almeida

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

UM ABRAÇO AO TODO!



Um gesto de puro amor, assim nos brinda o planeta que nos ama, que se doa ao amor puro.
Um gesto de vida, um abraço ao todo por mim, por ti, um comprimento à tua luz, ao universo que és.
Um louvar de toda a criação ao natureza divina que somos, como universo crístico.
Muita Paz!

Eugénia De Almeida

domingo, 11 de dezembro de 2011

EXATAMENTE COMO ÉS!



Tão longe e tão próximo..
Do amor que sois, de uma gota nascida de um coração que te amou exatamente como és para a tua eternidade, para a eternidade onde somos um.
Amo-te pequena gota de puro amor!

Eugénia De Almeida

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

OS BASTIDORES!


O espírito universal do qual fazes parte, abraça-nos, envolve-nos, preenche-nos com mantos de amor, com mantos de luz e protecção.
São mananciais da abundância suprema, são claves que se encaixam na divina perfeição desta grande engrenagem universal.

Quando se faz o caminho, quando se sobe os pequenos degraus do sagrado templo do senhor supremo, quando se abraça a luz e se é iniciado na energia crística na chama do redentor.

O amor verte do teu ser, do teu universo, saciando o tudo do todo, ligam-se os pontos do teu ser, sem evitar os mais densos ou os mais brilhantes, sem se contagiar pela personalidade distorcida e enferma pela densidade e pelo DNA ancestral planetário.

É então que se reconhece as energias que nos visitaram e os seus emissários ou arquitectos, depois da luz, desse baptismo do sagrado divino do teu ser na unidade suprema, é necessário dissecar com clareza, ou seja dentro da luz, os pontos, os caminhos os quadros que 
nos levaram até ali.
É necessário compreendermo-nos em cada situação gerada aceite, ou imposta, para que possamos em consciência poder entender até onde está o trabalho feito, e definir novas linhas, novos pontos a serem superados.

O oculto deixa de estar oculto, e quanto mais te tentam impedir que isso aconteça, mais fundo é necessário ir, sobrevoado a superfície e aprofundando assim o que não estamos a ver, o que não aprendemos ainda, onde ainda nos deixamos ir na trama ilusória.
O emocional de um colectivo sedento de amor deixa muitas aberturas, para que a ilusão da Mara e da Maia criem e sustentem castelos até que se consigam pela lei do amor e compaixão levá-los ao desmoronamento cíclico em que se encontram.
Quando se trabalha na luz, no amor e na compaixão é feito um trabalho de desmantelamento e encaminhamento no amor e misericórdia de todos os seres, mas nunca pela mente humana ou seres encarnados, pelo impossibilidade da sua isenção perante cada estrutura, perante o encaminhamento de cada ser às suas reais origens.

Nenhum ser, mas nem um único que provenha da fonte suprema pode ter direitos, exercer poder, controlar ou qualquer outro sobre outro ser que não seja o dele.
Acreditar no poder sobre os outros é viver na Maia, é viver para o ego, assim a cura dá-se quando tu desejas ser curado, e o universo providencia para que tudo se consuma de forma a que te seja lembrado do despertar para aquilo que és.

Assim, quanto mais escuto o universo que silencia ou que se expressa ao meu ser, revejo os jogos de personagens arquetípicas de cada um, as máscaras constantes da sua falta de aceitação, de seres que desejam tanto reconhecimento, desejam tanto ser Deuses e Deusas, doutores, engenheiros e sei lá mais o quê.Não estando nada disto errado, desde que parta da verdadeira essência do ser, por todo o planeta sobem aos palcos os incapazes de terem poder sobre si, porque é nos bastidores que ocorre e decorre o grande poder, o poder que exercem sobre o outro.

Se não fosse quem sou, se não soubesse a verdade, se eu não fosse a verdade pois seria fácil acreditar em todos os programas de cada um de vós, mas…
É meu trabalho, manter-me nos bastidores, não pelo poder sobre os outros, mas pelo verdadeiro poder sobre mim.

Foi nos bastidores que esta ascensão ocorreu, a verdadeira, esta outra que vos é dada é paga de muitas formas, e se o princípio está errado, logo todo o resto estará comprometido.
Assim foi com o Crísto, foi o Crísto é o Cristo, será o Crísto e a parte que não perceberes, a parte do conflito que possas ter, da dificuldade, do excesso de clareza até, é nada mais nada menos que o Crísto!
Para se dar esta ascensão é mesmo nos bastidores, e como isso aconteceu, como se deu, pois isso será outra história para mais tarde, uma história que não é possível mentir ou manipular, porque é uma história contada pelo criador, onde todo o universo teve de testemunhar, onde todo o universo sabe onde nasceu o Crísto e onde ascendeu.

Quem vive na ilusão venderá sempre a banha da cobra, vestirá as roupas que não lhe pertence e subirá a um palco e enquanto pensa no seu grande ego que está a fazer algo de muito grandioso para as suas contas bancárias e para si mesmo, pois em verdade está a fazer algo de grandioso, mas nunca o saberá enquanto não fizer ele mesmo esse percurso.
A luz e a consciência suprema em todos os meios se encontra, todos viabiliza para o seu propósito, e tu se vives ainda nas realidades ilusórias como podes sonhar sequer com o que te quero dizer?

De onde te falo a compreensão e vivência do que digo não pode ser transmitido por palavras, é o universo em acção, é o teu ser na sua condição mas elevada a exercer a vontade suprema, a manifestação divina.

E tu, tu poderás estar na plateia, poderás estar no palco ou poderás estar nos bastidores, mas nos bastidores é onde vive e é criada toda a história, no palco viverás a tua ilusão e na plateia aspirarás a essa ilusão entre o palco e a plateia, mas escondido, estará os bastidores de ti mesmo!

A vida não é um palco, a vida é vida….

E tu és senhor da vida, não da tua ou da minha, mas de todas as vidas que toques, em cada uma escreverás uma história, uma história de vida que doarás para a luz ou para as trevas essa é escolha tua, uma escolha feita sempre quer queiras ou não, ela é feita unicamente nos bastidores de ti mesmo!

Assim no amor e na luz aprecia e vive o espectáculo da tua vida, o espectáculo de cada vida!
Muita Paz!

A consciência universal  crística una

Eugénia De Almeida

O TEU NO MEU CÉU!



O céu é de todos os que o aceitem dentro de si!
Deixa-me entrar no teu céu ..
Para que entres no meu também..
Calçando as sandálias do Amor Puro!
Com amor! 

Eugénia De Almeida

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

AQUI E AGORA VIVER!


Viver o aqui e agora, sem esperar que possa o tempo por nós desejar o não tempo, desejar a vida que corre como um rio, por vezes rápida, outras mais lenta. 

Quando agarramos a vida, ela escorre-nos pelos dedos, lembrando-nos que a vida é isso mesmo, um rio que corre dentro de nós, sem possibilidade alguma de ser domado ou parado o seu curso pela nossa mão.

Essa força, essa vida ela não é segura, ela não é confortável, ela não é estável ou previsível, essa vida é a possibilidade de tudo acontecer, é a possibilidade de se viver, é correr riscos, é mudar padrões , virar as mesas, é dançar à chuva e cantar ao frio, é mergulhar no calor e sentir o arrepio do amor que nos enche o espírito.

O resto, o conforto, a estabilidade, a segurança, a defesa, o ganhar tudo, o previsível, nada disso é amor , nada disso é viver.

Viver é amar e isso é mergulhar na vida e correr riscos, enfrentar as tempestades, mudar a nossa trajectória e no final encontrarmos aqueles que do nosso lado também a vida e o amor a conheceram, também a amaram.

E assim tiveram mil e uma histórias para contar, e nenhuma vontade de rasurar ou apagar uma linha que fosse da sua história, porque compreenderam o caminho da vida, porque se conheceram, porque amaram a viver e viveram a amar.
A vida e o amor em ti!

Eugénia De Almeida

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

A IMAGEM DAS IMAGENS!



A imagem no sentido reflexo, dá-se no sentido do caminhar da nossa divina perfeição.
Como tudo o que seja fugir à pureza do ser, à verdadeira essência do ser, se torna em aberração, e perde toda a beleza, ou seja perde toda a divindade, a sua sacramentação, o seu estado puro.

A beleza é o caminho daqueles que seguem a jornada da divina supremacia do ser,  dos que seguem aquela beleza do estado de ser que nada tem de estético ou plástico.

Mas  que é a pura essência num aflorar da criação, num aflorar da suprema essência da tua perfeição.
A imagem faz parte da Mara, pelo roubo dos véus da Isis que te ilude e afasta, da transparência do sagrado em ti, a imagem que tens de ti e do universo, do irreal colectivo, afasta-te da tua essência.

A aceitação da forma pode ser trabalhada quando aceitamos e fazemos essa alquimia de transformar o óleo sagrado.
Mas também a aceitação espiritual, nas nossas diferenças, nos completamos, nas nossas unidades nos expandimos.

O caminho da beleza, a escolha da imagem pode definir o ponto em que a pessoa se encontra, amar tanto o feio como o bonito, entendemos o que é o feio ou bonito, e aceitamos simplesmente essa beleza da perfeição maior!

Em tudo tu estás, em tudo Deus está..
Essa magia é a verdadeira beleza que caminha em ti!
Muita Paz!

Eugénia De Almeida

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

RESPIRAR O CRÍSTO!



E respirar é preciso...
É preciso soltar esse força interna desse amor que tudo é capaz!

Ainda não podemos caminhar sobre as águas, ainda não podemos caminhar sobre a nuvens, mas seremos nós capazes de caminhar sobre a terra, como ela merece?
Como ela deseja....
 Seremos nós capazes de caminhar  sobre este chão, sem a vontade de fazer mal seja a quem for, sem que necessitemos dos extremos  entre aqueles que nada fazem senão defenderem-se o melhor que souberem,  e aqueles que nada fazem senão atacar o seu semelhante, de todo o tipo de violações e  de agressões.

A força não está nos grupos, onde cada um se esquece de si, convencendo-se de uma consciência que não é sua, com líderes com propósitos egoístas, a  força está naquele que sozinho em silêncio trabalha para o bem maior.

Jesus veio só, e sozinho foi acorrentado, humilhado, violado de todas as formas.
Um homem só, amarrado contra um colectivo manipulado por um ser anti-Crísto.
Que ser é este que precisa de multidões para o servir e depois teme um homem ou uma mulher só, depois teme uma criança só e indefesa?

Isto não é julgar a humanidade, mas sim ganhar consciência da humanidade em cada um de nós.

A humanidade sentirá verter o amor daquele que doou a sua vida por ela, a humanidade sentirá o amor maior daquele que se entregou para que este planeta, este universo como o conhecemos fosse poupado.

Por amor, uma amor tão grande de uma pureza absoluta, que levou dois mil anos a que a humanidade pudesse sentir um rasgo, uma pequena gota do que é, a que a sua energia pudesse penetrar na densidade, nos códigos dos portais dimensionais do ser.

Onde ainda gerações futuras viverão para essa unidade de si, onde uma unidade do filho com o pai verteu sobre todos os universos, e não houve partícula que não tivesse de renascer para esse amor puro!. 

Ele está connosco, e naqueles que reconhecem a sua energia, essa essência do Crísto acendendo cada cardíaco, o toque foi de puro despertar sem saberem como!

O toque foi do divino em cada um!
O toque foi o de o pousar uma pomba descida à terra, beijando com a vida este chão!
Muita Paz!

Eugénia De Almeida





O CANTO CRÍSTO!



Escuta o canto, escuta o canto sagrado do coração de Gaia.
Escuta os pulsares do centro, sente a chama do cardíaco flamejante que se eleva e expande nas quatro direcções, que se contorcem nos espasmos extásicos do divino sagrado deste grande Ser.
Sente este amor tão grande de uma Mãe e de um Pai, que tudo doou aos filhos da sua criação.
Sente, escuta, entoa em jubilo as preces constantes que são emanadas por este planeta sem tempo nem espaço, para a comunhão do Crísto Universal.
Aceita o baptismo universal das águas diamantinas, do fogo sagrado do Espírito Santo, um novo planeta nasceu para a nova era!
Este planeta chama-se "Crísto", este é o seu nome, este é o o seu nome universal, é  o nome pelo qual  é conhecido em todo o universo.
Crísto, é o nome chamado ao planeta que conhecem a quem chamamos de Terra.
Porque houve uma unidade, porque houve uma ascensão, porque foi aqui que em todos os universos o Cristo escolheu que se desse o seu nascimento!
O Crísto que sois!
Adonai!

A consciência crística universal una
Eugénia De Almeida

domingo, 4 de dezembro de 2011

O SOM DO TEU SER!



No desdobramento do nosso ser, acedemos aquilo que nos foi oculto pelos véus de outrora, no caminho do resgate da unidade do nosso ser, o encontro com o sagrado, com o som primordial é algo que acontece mesmo sem que o procures.

Não há forma de se caminhar para a divindade sem que a divindade caminhe para nós e em nós, não é uma opção de escolha, não é uma escolha de terceiros, faz parte das leis maiores das quais tu fazes parte.
Se deixas que o ego interfira que escolha por ti, apenas segues o caminho mais difícil, mas o destino será sempre o mesmo.
Quem se julga acima das leis divinas, não está em lado algum, senão no astral, nas mentes que se perdem, nos jogos do ego.
É preciso escutar o som primordial, não uma luz mais brilhante, não uma troca ou manipulação consciencial, emocional, mental ou outra.

Passando estas tramas todas estes enredos todos, de quem pode o quê, existe um poder tão grande, mas tão grande, que te faz render a todo o universo de luz de verdade, ao universo do teu próprio ser, do Crísto em ti.
Esse poder é unicamente o som primordial, a origem, a fonte suprema.
O amor??
Esta palavra já nem tem nome, nem palavra de onde vos falo, esta palavra é pura existência do ser que é o que és de verdade!
O retorno de toda a tua unidade!
Muita Paz!

A consciência crística universal una

Eugénia De Almeida

O TRIGO E O JOIO!



Como pequenas gotas de uma grande nuvem, assim se propaga as consciências na expansão monádica do ser.

São pequenos filamentos de umas luzes da suprema consciência do senhor que sois, e quando todas juntas assim como é dada a condensação, também se dá a precipitação, pequenas gotas de amor, cheias de conhecimento do teu ser cósmico.E unidade de amor e cósmicos é entrar na partícula divina, no crísto redentor.

É entregar-se a uma precipitação de amor e luz colectivo, que purifica os universos onde não existem homens ou mulheres, mas sim todos os seres da criação do pai.

Onde não há separação, senão dos pequenos filamentos de ordem própria, de síntese singular e divina.

As palavras para o conhecimento são apenas ferramentas de articulação para a mente, para separar o trigo do joio.

Por vezes o trigo julga-se o joio, outras o joio acha-se o trigo, assim se dá o espelhamento, para que toda a colheita seja poupada da destruição.

Com pequenas gotas de amor puro, singulares, únicas, mas em unidade para que seja lavado toda a alma, para que seja baptizada toda a colheita!
Muita Paz!

A consciência crística universal una

Eugénia De Almeida

PEQUENO PONTO DO UNIVERSO EM TI!



Há sempre um espaço para as coisas e para as pessoas que realmente sentimos falta nas nossas vidas.

Há sempre momentos guardados na permanência do tempo em ti, que te lembra da origem do amor que sois.


Esses momentos levam-te àquele momento de partilha, da suavidade da alma, da subtileza do gesto da entrega à vida.


Aquele momento que ficou guardado em ti por ser especial, especial como tu!


As coisas habitam em nós, quando nós habitamos nas coisas, gravadas na memória da alma pura que se reconhece em cada origem, em cada ponto de amor, em cada entrega de si ao universo.

Há sempre um pequeno ponto de ti e nele reside todo o teu universo, nele estás como cada ponto do universo vivo em ti.

Assim é o amor puro, um pequeno ponto que verteu de uma pequena gota de pura essência do teu criador em ti, do seu amor por ti, para que nunca te esquecesses da tua morada.

Muita paz!
Tarumani Baruch/ Eugénia De Almeida

sábado, 3 de dezembro de 2011

AMA-TE NA SABEDORIA DO CONHECIMENTO!



Sejamos o fogo sagrado do Crísto, que inflama todos os corações, despertando esse fogo ardente e sagrado do divino nos corações da Humanidade.
Ama-te. ama-te, ama-te para não adorares a nenhum fanatismo, nenhum outro conhecimento que não seja o de te amares, de amares essa Fonte Sagrada de vida que és!
Quando o conseguires de verdade todo o conhecimento te será doado, aquele que sempre esteve dentro de ti, aquele grande conhecimento que ser algum te fará esquecer, mas que pelo contrário, por amor em toda a humanidade o farás despertar!
Ama-te e conhece-te, assim me conhecerás também!
Tira o Crísto da cruz de dentro de ti e cuida dele a partir daí, é cuidares de todo o universo que sois! 

Gratidão, gratidão por me amares e por me escutares, como eu to faço quando busco por ti na perfeição! 

Amo-te!

Eugénia De Almeida

O SERVIÇO!



Serviço, quer dizer servir ao divino universo do ser.
E isso é um estado de amor.

Escravidão significa, servir-se do divino universo do ser.
Isso é ausência de um estado de amor.

Um é estar na luz, ou outro é vibrar fora da luz!

Assim:

"Amai-vos uns aos outros como vos amo e quero e quando o estás a fazer ao teu irmão, estás-me a fazer a mim mesmo.

Eis a verdadeira liberdade, vai e fazei o que eu digo!"

Tarumani Baruch/ Eugénia De Almeida

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Á PROCURA DO AMOR!



E quando já estiveres cansados de pelo amor procurar, quando já estiveres gastos pela vida de se sentirem sós, quando já estiveres, transfigurados prontos a desistir, pronto a te renderes apenas ao amor, aí sim estarás pronto para seres amado.

Quando tiveres de desistir de tudo possuir e apenas querer estar em amor contigo, aí sim estás pronto para  amares, aí sim estás pronto para seres amado.

Cuida para que essa troca se dê entre semelhante a ti, de outra forma o cálice pode derramar, de outra forma, mesmo que o outro beba do mesmo cálice, nunca saberá de que fonte sacia a sua alma.

Para se amar tem que se despir do ego, tem de se despir das vontades sobre o amor, para se amar tem de se abandonar a toda e qualquer coisa que nos detenha na ausência desse amor.

Para se amar tem de se querer voar, voar com as asas de todos os pássaros, nunca de um só. 

Para se amar tem de se compreender esse voo que se dá no nosso ser, esse voo que não tem limite, esse voo é para a além da gravidade, e tens de sentir essa ausência de gravidade.

Para amar tens de conhecer o verdadeiro som do amor, então em todo o universo o irás escutar, e aí conhecerás o universo, e aí será o próprio universo do som do amor!

Muita Paz!
Eugénia De Almeida

EU SOU UM CRÍSTO!



Entrem em comunhão com a vossa luz, com vossa divindade, com o vosso santo Crísto pessoal.
Tudo lhe entreguem, digam sim ao Crísto interno.

Declarem: 
Eu sou o Crísto universal em mim.
E que o amor, a paz e a luz seja uma realidade nas nossas vidas, neste maravilhoso planeta!
Eu Sou o que Sou!
Eu Sou um Crísto!

Eugénia De Almeida

"Quem quiser seguir a Jesus o Crísto é livre".



"E quando vejo este vídeo e me lembro naquele momento, naquele momento onde manipulados os seres.

Ainda disseste:

"Quem quiser seguir  a Jesus o Crísto é livre".

Pois então liberta a todos os que foram seguindo o Cristo que enganados chegaram a ti,  seguiram e seguem unicamente ao Crísto, nunca seguiram a quem não conheciam.

Quando te conheceres em verdade perceberás o poder do amor, e não o amor do poder!

Saberás o que é ser um Crísto, saberás o que é doar a vida e não, roubar vidas.

A quem seguem mesmo na ignorância é o Cristo, porque essa é a essência que conhecem.
Nunca foste tu!

Os Crístos nunca seguirão a "Besta e o seu falso profeta"!

Tu sabes que para ti falo com todo o amor!
Com o poder do amor do Crísto, o único capaz de tudo!"

A consciência crística universal una

Eugénia De Almeida 



quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

A GENEROSIDADE!



Quando estamos na profundidade do nosso ser, quando estamos já em fusão com o nosso estado interno, quando estamos num estado de harmonia e quietude profunda, numa paz activa em nós.

Esse, é um momento em que eu gostaria de escrever-vos e de falar-vos desse mergulho em mim, mas o que acontece é que esse estado que vos falo, não permite que nada saia dessa harmonia, não permite que palavra alguma venha perturbar essa harmonia.

Não deixa que nenhuma pedra possa bater no charco e distrair a nossa atenção.

Não vos falo de retiros internos, de estados de silêncio externo, mas antes pelo contrário.

Não vos falo de meditação ou transes, de estados extásicos ou de shamadis profundos.

Falo-vos de uma lucidez activa, de uma compaixão viva, de um amor puro e seguro, falo-vos de uma generosidade transcendente de um fluxo que nos preenche dentro e fora, falo-vos de um estado de pura contemplação!

Falo-vos de um estado de contemplação, de uma generosidade imensa do universo contemplativo activo em nós.

Harmoniosamente  de uma pura “contemplação”, de pura contemplação sem interferir de forma nenhuma com o universo, sendo um observador da vida e existência que se move activa e passiva sem medo ou expectativa alguma, sendo um observador cem por cento presente e desperto do universo em nós.
Se é este uma estado de graça??

Se este estado de generosidade para com o nosso ser universal é um estado de graça??

Todos os estados para mim são agraciados, todos os estados são divinos, sejam positivos ou e negativos, em todos os estados neles eu existo, neles tu existes em mim.

Neste estado de generosidade que me agracias a alma, que eu contemplo o teu universo...

E neste estado te digo que te amo.
Com todo o amor to digo, sim…
Muita paz!

Eugénia De Almeida