Love Me

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

O SOPRO DE TODAS AS COISAS!



A linguagem daquele que se toca na unidade, revela-se pelo silêncio do ser, pelos mergulhos cada vez mais profundos, onde as águas se tornem tão claras que nada sobrevive, senão o amor da luz...
Que nada sobreviva, senão a luz do amor...
Apenas sobrevive o que és na grandeza da alma pura, no espírito universal, da unidade que não pode ser quantificada ou qualificada.
Essa é uma linguagem, em que o som vem de Deus, como sopro do divino que dá vida a todas as coisas.

Muita Paz!

Eugénia De Almeida

Sem comentários: